Esqueceu sua senha? | Cadastre-se

Brasil leva café e pimenta para feira da Argélia

18/06/2019

São Paulo – A empresa brasileira Ortelan Café está apresentando seus cafés e pimentas na Feira Internacional de Argel, que começou nesta terça-feira (18) e segue até domingo (23) na Argélia. A participação brasileira na mostra é organizada pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira, em parceria com a embaixada do Brasil em Argel.

A Ortelan Café fica em Vila Valério, no Espírito Santo, e comercializa cafés robusta e pimenta-do-reino no mercado brasileiro e no exterior, principalmente no Oriente Médio. Os produtos são vendidos para indústrias processadoras. A proprietária da NA Coffee & Pepper Broker, Nadia Abdallah (foto acima), que representa a Ortelan Café na feira, conta que a empresa já vendeu para os árabes Argélia, Síria, Arábia Saudita, Líbia, Palestina, Jordânia, Iêmen, entre outros.

“A Argélia é uma grande compradora de café e pimenta-do-reino no Oriente Médio”, afirmou Nadia por telefone. Ela conta que no ano passado a empresa teve a experiência boa com a Argélia, com um comprador de grande volume, e resolveu participar da Feira Internacional de Argel para encontrar novos importadores com esse perfil.

Nadia afirma que apesar do potencial da Argélia como compradora de café e pimenta, não existe uma cultura de negócios com o Brasil na área. Segundo ela, os argelinos compram os produtos brasileiros via Europa, região com a qual estão acostumados a fazer comércio. Ela lembra que a Argélia é o segundo maior mercado do Norte da África.

A Câmara Árabe tem equipe de profissionais na feira de Argel, que apresentará aos importadores que passarem pelo estande o potencial do Brasil como fornecedor. Além do presidente da entidade, Rubens Hannun, estiveram na mostra pela Câmara Árabe nesta terça-feira o secretário-geral Tamer Mansour, a gerente de relacionamento institucional, Fernanda Baltazar, e a coordenadora de eventos, Tâmara Machado.

A feira foi aberta pelo presidente argelino, Abdelkader Bensalah, que visitou o espaço brasileiro. O líder foi recebido por Rubens Hannun e pelo embaixador do Brasil na Argélia, Flávio Marega. Bensalah é presidente interino da Argélia, no lugar de Abdelaziz Bouteflika, destituído após 20 anos no poder.

O presidente da Câmara Árabe afirma que o Brasil precisa estar presente neste momento de transição da Argélia atento às oportunidades que surgirão. De acordo com ele, o mercado da Argélia interessa muito ao Brasil. “A Argélia está em um momento de mudança de governo e estão se abrindo muitas oportunidades. Nessa hora temos que estar presentes detectando oportunidades”, disse Rubens Hannun à ANBA, de Argel, por telefone.

Acompanhado de Tamer Mansour e Fernanda Baltazar, Hannun teve reuniões nesta segunda e terça-feira na Agência Nacional de Comércio Exterior (Algex), na Câmara de Comércio e Indústria da Argélia, com o embaixador brasileiro e com representantes comerciais de empresas brasileiras no país. Na Algex, o grupo foi recebido pelo secretário geral, Hocine Boubtina, e pela diretora de formação, cooperação e documentação, Aissa Zechmatt. Na câmara, o grupo foi recepcionado pelo secretário-geral Abdelhak Bezahi.

Hannun ficou bastante entusiasmado com as possibilidades surgidas a partir das conversas. De acordo com ele, foi possível perceber a abertura, a receptividade e o interesse dos argelinos em desenvolver as relações comerciais com o Brasil. Com a Câmara de Comércio e Indústria da Argélia, por exemplo, houve conversas para a atualização do acordo com a Câmara de Comércio Árabe Brasileira, de troca de informações e outros assuntos, para torná-lo mais focado e efetivo.

Os argelinos manifestaram interesse em dinamizar o Conselho Empresarial Brasil-Argélia, promover o intercâmbio de delegações empresariais com o Brasil e participar de eventos no País, como a feira de alimentos Anufood e o Fórum Econômico Brasil-Países Árabes em 2020. Também manifestaram o interesse em se fazer presentes no fórum de logística que a Câmara Árabe promoverá com a União das Câmaras Árabes em dezembro, no Egito.

Fonte: ANBA